Make your own free website on Tripod.com

Nedstat Basic - Free web site statistics Tel: (972-3) 9649440
Mob: (972-52) 654138
Fax: (972-3) 9505256

English Hebrew Romania Russia Nederland's Portuguese

Nova forma de Medicina Alternativa que está ganhando popularidade em Israel, indica que os resultados é que são importantes.

 

Tel Aviv, israel, 09 de Outubro de 2003 – Um numero crescente de clinicas de Medicina Alternativa está ganhando popularidade em israel.
Apezar que o provedor do tratamento é tipicamente um “Curador”, ninguem está realmente certo de quem está fazendo o quê.
Entretanto, com o registro crescente de resultados impresionantes, ninguem realmente se importa de saber de onde vêm.
E se os resultados são impressionantes, então a explicação possível é muito mais impressionante.
Então o que realmente está acontecendo nestas clínicas? Para o observador em geral a resposta é simples – Nada !!!

Aparentemente não existem remédios, receitas médicas ou equipamento médico. Os pacientes reportam sensações físicas nas areas sendo tratadas, apezar de que não há contato físico. Ocasionalmente, pacientes com percepções extra sensoriais, reportam visualizações vagas de figuras humanoides e equipamento médico. Estas depoimentos dos pacientes foram gravados com descrições elaboradas e detalhadas das observações, os quais nos jamais havíamos tido contato, e sem conhecimento prévio, demonstram uma extraordinária consistencia de relatos.
Muitos prefeririam não contemplar o que isto significa. Tal como um paciente comentou, “Para mim não faz diferença quem está fazendo o quê, desde que o meu problema médico seja resolvido”, que na maioria dos casos é o que acontece. Desde a abertura das primeiras clínicas em 1995 por Adrian Dvir, que é um Engenheiro especializado em computadores, que se viu no meio desta missão de curador, que se baseia na sua Percepção Extra Sensorial e habilidades Telepáticas, o número já cresceu além de 50 clínicas, que presentemente funcionam no país, tratando milhares de pacients.

http://www.etmedical.com/adrian_dvir_coach_17032001.jpg
Se especializando numa variedade de condições médicas e psicológicas, estas clínicas tem tratado com sucesso enxaquecas, dores nas costas, doenças cardiovasculares e do sistema imunológico, bem como pacientes à abeira da morte pelo câncer. Os E.Ts. nos relatam que no momento não podem curar todas as doenças, mas a percentagem de sucesso é impressionante, e mais significantemente, ultrapassa a capacidade da medicina convencional. Pode-se assitir pequenos flashes de depoimentos gravados no seguinte endereço no Internet: http://www.etmedical.com/introduction.wmv
Uma vez ouvido tudo isto, como você poderia saber se encontrou uma destas clínicas? E aquí vai uma explicação muito importante que a maioria das pessoas preferem não contemplar:

Os curadores asseveram de estar conduzindo uma colaboração interdimensional com as equipes médicas E.Ts. Os curadores são todos médiums com habilidades telepáticas. Eles são capazes de interagir e facilitar o trabalho destes sêres the outras dimenções, que de acôrdo com Adrian, “ estão sempre felizes em responder as nossas perguntas”.

Após a divulgação destes trabalhos na mídia principal em Israel, que inclui a Imprensa, TV e o Radio, Investigadores das emissoras de TV tentaram descobrir se havia fraude, e expor os segredos e truques, porem sem resultados. Cameras escondidas foram colocadas em varias clínicas, porém nada foi encontrado além de ruídos tecnicamente inexplicáveis.
A fôrça que proporciona o sucesso destas clínicas, são os resultados médicos reais, especialmente nos casos em que a medicina convencional desistiu de prosseguir. “ Não há como argumentar com o sucesso”, disse um paciente, explicando que a possível existência do time de médicos E.Ts, trabalhando numa dimensão invisível para a maioria, e da inexistência de prova científica, não impede a procura por milhares de pessôas à esta forma de cura. Basta uma recomendação baseada em uma experiência pessoal, para convencer até o mais incrédulo  que está atualmente em sofrimento. Cada clínica é independente e não existe orgnização comercial ou publicidade paga.

Os curadores que operam estas clínicas estão geralmente tão excitados em encontrar outros curadores fazendo a mesma coisa como os pacientes ficam com os resultados obtidos. Muitos ficaram em dúvida da própria sanidade mental, quando foram confrontados ao receber comunicações de entidades não físicas e que são E.Ts. e que ajudaram a curar os pacientes, e ficaram bem aliviados ao saber da experiência similar de outros médiums curadores. O Adrian ficou tão aparvalhado com estas comunicações aparentemente de outra dimensão, que êle devotou uma boa parte do seu tempo para investigar o fenômeno o que culminou em escrever o livro titulado “ X3, Entidades Curadoras e E.Ts”, que agora está na sua 4ª impressão em Hebreu e foi recentemente republicado em Inglês pela editora BookMasters. O livro pode ser adquirido atravéz de Ingram, Baker & Taylor e na maioria das livrarias nos E.U.A. ou

on-line na Amazon, Barnes & Noble e etc. O ISBN é: 9657269008. Veja a capa do livro na: http://www.etmedical.com/X3newcover.jpg
Para aumentar o impacto do livro, um CD foi adicionado, que proporciona uma jornada que segura e fascina, além de aumentar os horizontes do leitor, com as intenções positivas dos sêres de dimensões além da nossa própria. “Na realidade, as equipes de pesquiza médica dos E.Ts, estão aquí para estudar os humanos e os curar das doenças” dir o Adrian.

Para maiores informações, favor contatar:

Adrian Dvir
Tel: +972-52-654-138
adrian@adriandvir.com
http://etmedical.com

Capitol 1,2 (MSWORD)

 

Capítulo 1

Introdução

  A maioria de nós leva uma vida como se fosse uma corrida sem fôlego para conseguir a sobrevivência, prazer, entretenimento, preenchimento emocional e a concretização dos nossos sonhos.

  Nós somos nadadores presos neste maremoto de eventos, circunstancias e possibilidades.

O meu maremoto pessoal inclui minha família, estudos academicos e a minha tentativa de se manter atualizado com o contínuo fluxo de novas tecnologias na ciência de computadores.

Eu nadei neste mar agitado como todos nos temos feito, até que me dei conta que algo estranho estava acontecendo comigo.

Posso até me lembrar deste dia específico à alguns anos atras.

As minhas primeiras reações foram de hesitação, confusão e dúvida com um pouco de medo misturado. Mas eu também senti uma curiosidade imensa, que acabou ficando mais forte com o tempo. Eu me relacionei com os estranhos eventos como se eu tivesse conduzindo o meu próprio estudo científico e eu mantive anotações detalhadas. Esta foi a minha maneira de encarar de vir a entender o que estava acontecendo.

Eu estava tentando e continuo tentando, somente para entender.

Algumas coisas estão muito além da nossa compreensão, porém elas acontecem de qualquer forma.

A minha visão do Mundo, do Universo e da existência mudaram além da compreensão. O mundo físico como nós o conhecemos, que o somatório da vida e da civilização existente no planeta Terra, é uma pequena ponta da imensidão do Universo, cujo o começo e fim são incomensuráveis.

Mas não me deixe ir muito além de mim mesmo. Leia o que aconteceu comigo e as coisas que venho experienciando, e talvez você seja corajoso o suficiente para acreditar….

  No início eu não tinha a intenção de escrever um livro, mas somente para manter um diário dos eventos. Minhas experiências foram tão extraordinárias e tão além da realidade mundana, que eu senti que eu não poderia falar à respeito com os meus amigos pelo medo do ridículo, Ao invés eu documentei tudo que aconteceu comigo que achei importante. È justamente esta documentação que agora eu divido com os meus leitores.

  A maioria das pessoas numa época ou outra em suas vidas, experiência algo estranho e inexplicável. Algo tão além da realidade, tão assustador que seria preferível de ignorar, fazendo de conta que aquilo nunca aconteceu, ou encontrar comforto em explicações de pura coincidência e esquecer do ocorrido. Eu certamente compreendo da necessidade de manter a terra firme pôr debaixo dos pés do indivíduo. Manter-se sob controle da realidade do dia a dia, é a prioridade principal que é mais importante do que a exploração destes mistérios, e penetrar esta área obscura da vida, requer um grande esforço íntimo.

Eu já encontrei muita gente que routinamente encara estes fenômenos paranormais com uma atitude de que se houver explicação científica então este não existe. Tais pessoas tem a tendência de acreditar que jamais acharemos vida além dos confins do nosso mundo. Para enfatizar a crença científica deles com dados e teorias da distância, tal como a da velocidade da luz, composta com a distância medida em anos luz aos planetas remotos, os faz ficar ainda mais incrédulos.

     A decisão de escrever este livro, não foi fácil de fazer. Eu tive que tomar em consideração as reações dos meus amigos, da minha família e colegas. No final eu concluí que qualquer dano que este livro fizesse aos meu relacionamentos pessoais, seriam negligíveis comparado ao benefício trazido ao ser humano com a informação exposta.

Os meus amigos os Ets, que como regra geral nunca pedem nada, gentilmente sugeriram que a publicação deste livro é um passo importante.

Capítulo 2

Encontros com o Além

  Em 1982, quando me encontrava muito cansado ao retornar de um dia de trabalho na base militar onde trabalhava, me recostei na cama exausto, e quando estava naquele meio termo entre acordado e dormindo, senti como se fosse u’a mão gelada que tocou no meu joelho. Abri os olhos mas não tinha ninguém no quarto, aí então ouvi claramente uma voz familiar, que se dirigiu à mim falando em Romeno, que disse, “tome conta dos meu filhos”, fiquei todo arrepiado e senti calafrios, e então percebi que era a voz da minha tia que havia falecido alguns meses antes.

  O próximo incidente ocorreu vários anos mais tarde quando passei da transição de soldado e Solteiro para Estudante de Engenharia Elétrica e casado. Estava descansando ao lado da esposa e de olhos fechados, senti a presença inegável de alguém mais no quarto. O sentimento se intensificou até que a presença se tornou clara de ser a do meu avô que já estava falecido pôr alguns meses, se dirigiu a mim e pediu que eu lê-se o jornal para ele.

  Numa manhã ensolarada de sábado, eu estava contente compondo alguns gráficos no meu computador. Minha esposa e as duas crianças estavam ainda dormindo. De repente percebi os sentimentos de uma presença que expressou contentamento pelo trabalho que eu estava fazendo no computador. Eu achei estranho a experiência e fiquei intrigado e me perguntado quem poderia ser. Comecei a perceber então que havia alguém em pé pôr detrás de mim, e me virei para olhar. Ninguém estava lá. Ao mesmo tempo, uma face começou a se formar na minha mente. Eu só consegui ver a parte inferior do rosto no início. Julgando pelas rugas e linhas, deu para perceber que era de uma senhora idosa que eu jamais havia visto. Desta vez decidi me comunicar com quem quer que fosse. Mentalmente perguntei qual era o nome dela, a resposta veio mesmo antes que eu acabei de perguntar - Olga . Qual é a sua idade? 86 respondeu rápido, de onde você é? Aí caí em si que estava me comunicando com um fantasma, sentindo medo, cortei a comunicação.

  Após aceitar um emprego novo como engenheiro de computação, em uma das maiores companhias do país, um certo dia ao sair do trabalho tarde da noite, eu estava impaciente para chegar em casa. Tão logo eu entrei no meu carro, eu escutei uma voz na minha cabeça que disse: cuidado ! e senti uma presença ao meu lado.

A presença era muito forte e a identidade inequívoca. Era o meu pai que havia morrido de câncer alguns meses antes. Fiquei perplexo. Comecei a pensar que estava imaginando coisas. Porém a percepção de senti-lo sentado ao meu lado era demasiado forte para tentar ignorar.

Eu tentei estabelecer uma conversa mental com ele, do mesmo modo que havia feito com a senhora idosa no caso anterior, mas não consegui. Havia porém um sentido de comunicação, que parecia confuso e finalmente desapareceu.

Até o momento eu nunca havia ouvido vozes em forma auditiva, o que me fez sentir em dúvida se realmente alguma vez houve alguma comunicação.

Eu só pude realmente descrever a experiência do seguinte modo “ é como se fosse……”, me deixando numa atmosfera desconfortável de incerteza.

Porém uma coisa ficou certa: A presença de meu pai permaneceu constante durante os próximos dias, o que me deixou um pouco perturbado. Desta vez eu não me permiti a ignorar o ocorrido, do mesmo modo que no passado, e me convenci que era de fato o espírito do meu pai, e que não o ignoraria com o meu silencio. Ao mesmo tempo que eu cheguei a esta decisão, eu duvidei da minha própria sanidade mental.

  Pôr vários dias, todas as vezes que eu entrei no meu carro, ele estava lá. Eu não conseguia entender o que estava acontecendo, pôr um lado eu pensava que estava imaginando coisas, passando pôr um período psicológico ruim. Na procura de uma saída segura, eu decidi consultar meu médico de família. Ele me assegurou que já havia escutado de coisas parecidas, e que sem dúvida isto iria desaparecer com o tempo. Não somente a presença e os sentimentos que isto causou não desapareceram, mas ao contrário, se intensificaram.

  Um certo dia, eu estacionei o carro num local em que a minha visão estava bloqueada. Ao e preparar para sair dela, colocando o carro de marcha à ré e no momento que ia começar a mover o carro, escutei um sussurro do meu pai, “espera um momento”. E eu parei. Dentro de poucos segundos um caminhão pesado passou com velocidade alta passou bem junto da traseira do carro. Então fiquei ali parado pôr algum tempo em choque. Sem dúvida alguma, se eu tivesse movido o carro da maneira que eu ia fazer, teria fatalmente colidido com o caminhão com consequências graves. Este evento finalmente me convenceu que eu estava me comunicando com algo mais que as criações da minha imaginação.

  Uma certa noite eu estava trabalhando ao computador, enquanto o radio tocava. A recepção não estava boa e me estiquei para ajustá-lo. Talvez eu tenha também ajustado a recepção na minha cabeça ao mesmo tempo porque de repente eu escutei a voz do meu pai de novo.

E Ele falando alto disse: escreva, escreva, escreva! Peguei então um pedaço de papel e uma caneta, e comecei a escrever tudo o que estava vindo à minha cabeça. Palavras e sentenças jorraram no papel numa cadência rápida e constante.

Esta foi a minha primeira experiência com comunicação escrita. Eu recebi mensagens tanto do meu pai como do meu avô.

De repente, apareceu uma perturbação no fluxo das mensagens, que parecia ser alguém que não conhecia interferindo na “nossa frequência”. Eu  escutei uma voz feminina me pedindo que tomasse conta do filho dela que faleceu. Eu porém não respondi a esta voz, ao invés baixei a caneta, peguei o pedaço de papel em que estava escrevendo e o escondi, pois fiquei confuso e com medo ao mesmo tempo.

        Alguns dias mais tarde ao me recompor, eu decidi tentar de novo.

Desta vez sentei ao computador e escrevi: Pai, você está me escutando?

Para a minha surpresa eu não tive que esperar muito pela resposta.

Meus dedos começara a digitar com velocidade, e eu escrevi tudo que vinha através da minha mente. Eu senti como se eu estivesse conduzindo uma conversação imaginária comigo mesmo mas a conversação estava ocorrendo muito rápido para que fosse minha própria ao mesmo tempo que escrevia. Quando terminei, li tudo que havia acabado de escrever.

Fiquei boquiaberto com a extensão da lógica e do diálogo fluente.

As respostas às perguntas, claramente identificavam o caracter do meu pai e o seu estilo verbal.

Estas comunicações continuaram e as minhas apreensões cresceram dia a dia. Entretanto, também crescia a minha curiosidade, o que parecia cancelar as minhas apreensões.

Como eu normalmente faço, fiz muitas perguntas tais como, “me explica o que está ocorrendo pôr aqui” e meu pai tentava responder dentro das suas melhores habilidades e compreensão.

Um dia após ter feito uma pergunta difícil, a resposta voltou no plural. Eu inquiri do porquê e ele respondeu que não estava sozinho. Ele disse que estava acompanhado pôr grupo de gente como ele, espíritos também, os quais estavam todos respondendo à minha pergunta.

O grupo em si tinha muito mais conhecimento que o meu pai sozinho, e eles me forneceram informações fascinantes do mundo espiritual, do jeito que eles o compreendiam. Então o processo começou à acelerar. As comunicações ficara mais frequentes e eu comecei a ler sobre o subjeto em tudo que caía às minhas mãos. Minha biblioteca de casa cresceu constantemente bem como os arquivos no computador.

        Numa certa noite, eu acordei com o choro do meu filho. Me sentei na cama e vi a minha esposa caminhado na direção da varanda do quarto. Ela estava vestida com um robe vermelho de veludo bordado de flores.

Tentei me lembrar se já havia visto o robe, quando me ocorreu que ela não tinha tal robe. Então me conscientizei que este se parecia com um vestido do século passado. Eu não consegui ver a cabeça dela ou os pés muito claramente, e à medida que virei a minha cabeça para seguir o seu movimento, eu percebi pelo canto do olho, uma imagem que me chocou. Bem ali do meu lado estava dormindo a minha esposa. A figura de vermelho vagarosamente começou a desaparecer à medida que continuava a seguir na direção da varanda.

        Eu, sendo uma pessoa instruída com um conhecimento científico e tecnológico, eu nunca fui atraído ao misterioso e místico.

Minha maneira cuidadosa e meticulosa de pensar, não me permitia em aceitar o inexplicável. Ao mesmo tempo eu sempre estava disposto à admitir que nós não temos conhecimento de tudo que existe, o que significava que tínhamos que sermos abertos às novas ideias.

As coisas místicas, de Deus e misteriosas, nunca foram objetos de minha atenção. Entretanto eu sempre gostei do ramo literário conhecido como ficção científica, porque esta combinava conhecimento tecnológico avançado com possibilidades futurísticas e fascinantes teorias que instigam a imaginação. Eu gostava de ponderar sobre a existência dos buracos negros ou os universos paralelos. A existência de vida extra terrena em algum ponto do espaço me parecia quase como uma certeza. Vida após a morte, porém, eu não entendia. Eu não consegui divisar uma explicação que começasse a satisfazer-me ou que formasse as bases ou mesmo uma explicação imaginária de uma novela de ficção científica. Eu havia lido livros sobre a existência da alma mas separada do corpo, porém isto não me convencia. Além de ler alguns livros, eu nunca fiz um estudo sobre o subjeto. Até aquele período na minha vida quando eu comecei a ter estas estranhas experiências, eu nunca participei de uma sessão espírita nem me aproximei de alguém que se apresentou como médium. A minha maior dificuldade com este subjeto inteiro, foi de não poder falar com ninguém sobre o quê eu estava experienciando.

Meus amigos e colegas me conheciam como um engenheiro em computação, uma pessoal razoável e racional. Como é que podia dizer para

eles que eu estava falando com fantasmas ?

Foi então que eu decidi contactar um médium curador profissional bem conhecido chamado Valerio Borgush, de tal forma a me convencer de que o que eu estava experienciando, não era uma criação da minha própria imaginação. Valério contactou o meu falecido pai e me deu informações sobre coisas, que somente meu pai sabia. Eu fiz uma pergunta direcionada ao meu pai e recebi a resposta na minha cabeça. Um segundo mais adiante Valerio repetiu a resposta do meu pai, palavra pôr palavra. Para mim isto foi uma prova que nós ambos, recebemos a mesma comunicação. Desta maneira Valerio validou a autenticidade das minhas experiências e me ajudou a compreender o que estava acontecendo.

Eu contei para o Valério sobre os meus estranhos encontros, e como de envés em quando eu senti a presença no ambiente que eme encontrasse e podia ver figuras vagas de fundo. Não demorou muito e nos tornamos bons amigos, e apreciei as longas conversações sobre o subjeto. Ele explicou que o corpo físico, o qual definimos como o ser humano, é somente uma pequena porção de todo o ser da pessoa.

O destino do corpo humano é o mesmo de toda a carne, morre e é enterrada, mas o resto continua à existir e funcionar. Só precisamos de aprender como fazer contacto com este. Para ilustrar, Valerio comparou o corpo físico com um carro e a alma com o motorista. Quando o carro fica velho e para de funcionar, então você o troca pôr um modelo mais novo.

Às vezes, durante as minha conversas com o Valério, eu tive estranhas sensações; ele parecia que mudava de personalidade, como se de repente eu estivesse falando com uma outra pessoa.

Eu percebi que não era só o Valério que estava interessado em satisfazer a minha curiosidade, mas também os espíritos que estavam em contacto com ele.

     Num dia ao me dirigir para visitar o Valério, eu me senti incomodado com um problema médico, e comecei a me perguntar: será que tem alguém que pode me ajudar ? De repente eu percebi uma voz dentro da minha cabeça. Era uma voz profunda que me fez perguntas específicas sobre o meu problema. O tom de voz e os tipos de perguntas feitas me deu a impressão de uma pessoa inteligente e experiente, talvez até um médico. Na minha mente se formou a imagem de um rosto arredondado com um bigode e uma barba bem aparados. A conversação com este ser, ele me fazendo perguntas e eu respondendo, continuou durante todo o percurso à clinica do Valério. Eu fiquei me perguntando o quê eu estava fazendo, apesar de tudo continuei com a conversação. Quando eu cheguei na casa do Valério, eu o reportei do episódio inteiro. O Valério estourou em risos, e então disse: Este é o Dr. Stephan. Ele era um cirurgião austríaco famoso. Ele gosta muito de conversar, poderia te manter acordado a noite inteira conversando. Eu se fosse você, esqueceria dele.

        Participando de um banquete de celebração num salão de festas,

aonde a música estava tocando tão alto, que só se podia se comunicar pôr gestos e gritando para ser ouvido, fiquei enfadado e resolvi voltar para dentro de mim mesmo e perguntei à esmo se havia alguém do outro lado pela área. Quase imediatamente eu recebi uma fileira de palavras não claras numa língua que eu não entendia. Soava com a língua espanhola. Tentei então responder a voz, para captar a atenção do locutor e finalmente nos começamos a conversar em inglês. Minha parceira de conversação orgulhosamente me contou da sua infância na Espanha, e da sua vida na Inglaterra na época Vitoriana. O conteúdo da conversação, o tom da voz dela e das imagens que eu captei, me deram a figura dela durante os seus anos de glória na Inglaterra, me criando um carácter que era incrivelmente real. Através da nossa conversação, ela revelou que após ter vivido até uma idade avançada, e ter morrido nas vizinhanças deste  salão de festas, o seu espírito passo a viver neste local. Apesar de todo o ruído, eu penso que nós fomos mais bem sucedidos do que o casal sentado e gesticulando do outro lado da mesa.

        Os eventos relatados acima são somente uma amostra das minhas experiências que me colocaram no caminho de novos interesses, novas avenidas de inquirições e finalmente de novas descobertas.

 

 

Read more on these issues in Adrian Dvir's book: X3, Healing Entities and Aliens

An exciting and attention riveting metaphysical journey, September 21, 2003
Reviewer: Midwest Book Review from Oregon, WI USA
Informatively written by Adrian Dvir (an expert computer engineer who first discovered his ability to communicate telepathically in 1992, and first contacted aliens in the year 1994), X3: Healing, Entities, And Aliens is an exciting and attention riveting metaphysical journey into mind-expanding experiences and the positive intentions of entities from beyond this world. Offering a grand, detailed, investigative account that fleshes out seemingly supernatural occurrences in great detail, and enhanced with an accompanying CD, X3: Healing Entities and Aliens is a unique and very welcome contribution to Metaphysical Studies reference collections and UFO Studies reading lists.
Adrian Dvir documents his own and others, Healers and Mediums outstanding daily collaboration in ISRAEL, with  Beings from parallel dimensions or realms.  These invisible beings act as medical teams. They are Alien  ET Extraterrestrials and ED Extra-Dimensional medical teams. The paranormal and  mystical events becomes a daily experience, with practical results for suffering sick people. Parallel realms of existence are described. The book includes a PC  HTML based CD with high resolution Video Clips streaming of Patients testimony, Healers stories and Beings messages and answers as channeled by Trans Mediums. This is the next step in out of this world  contact beyond random UFO sightings, Crop circles, unexpected encounters and alike. 
Midwest Book ReviewBook_Readers |   Read more | Adrian Dvir Home page  |*Video | Synopsis | Table of Contents | Read an Excerpt | Front Cover | Back Cover | CD Artwork
  • Paperback: 422 pages ; Dimensions (in inches): 1.02 x 8.66 x 5.58
  • Publisher: Adrian Dvir; (January 2003).  ISBN: 9657269008

 To order call us toll free: 1-800-247-6553

Paperback Version
 
Click here for secure transaction
$19.95 US  
  $26.00 Canada
*
OH residents add sales tax*

ISBN:
9657269008

eBook Version
 
Click here for secure transaction
$12.00 US
*OH residents add sales tax*
7,356kb pdf file, 422 pages
ISBN: 9657269016
 

  USA: Powels | Target.direct | Buy | BooksAmillion | WallMart |TextbookX |BookCenter | AllDirectBiggerBooksBookStreetBlackwellHarvard.com  SuperBookDeals | LafayetBookStore | PageOneA1books Alibris | TotalCampus | simplest-shopYahooShoping UK: amazon.co.ukblackwells.co.uk | TESCO | TheBookPla@e | Canada: amazon.ca| Germany: amazon.de | France: amazon.fr |Japan: amazon.co.jp
Distributors: INGRAM  | Baker&Taylor  | New Leaf | BookMasters, inc.
Registration: USA: Bowker Books in Print UK: Nielse Book Data , Whitaker
"I could not put the book down", Editor, NEXUS magazine Price Compare

Copyright (C) 1998-2003 by Adrian Dvir. May be reproduced for noncommercial purposes as long as attribution is given.
First posted: 21, 10, 2003,      Updated: ט"ו-ז'-תשס"ד